Envelhecer não é opcional certo? Você já percebeu que a medida que o tempo passa você já não é mentalmente tão afiado assim?E você sabia que de fato seu cérebro está encolhendo?

Sim,  e isso é apenas a vida como é e não há nada que você possa fazer sobre isso, certo? Errado. 


Pesquisas indicam que podemos assumir o controle de alterações no cérebro e até mesmo fazer nossos cérebros maiores, não menores, à medida que envelhecemos e consequentemente melhorar o pensamento e a memória. A chave é a meditação.

Qualidade de vida é tudo, principalmente a medida que o tempo passa.
Abaixo trago para você o resultado de uma pesquisa sobre as alterações no cérebro e a meditação.

Vem comigo...

Voltando em 2009, cientistas da UCLA fizeram uma descoberta surpreendente. Eles descobriram que os cérebros de pessoas que tinham meditado a longo prazo eram diferentes do cérebro de pessoas que não praticam a meditação. Para ser mais específico, os pesquisadores encontraram evidências de que determinadas regiões no cérebro de meditadores de longo prazo eram maiores. Eles também tinham mais matéria cinzenta do que os cérebros de pessoas que não meditavam.

Este fato foi surpreendente e importante, porque os cérebros normalmente escolhem com a idade, um processo que pode explicar a memória e outros problemas cognitivos experimentados por pessoas idosas. Cientistas do Massachusetts General Hospital (MGH) concluiram que após oito semanas praticando a meditação regularmente, foram produzidas mudanças mensuráveis nos participantes, nas regiões do cérebro associadas à memória, auto-estima, empatia e stress.

Agora vem a prova ainda maior de que a meditação faz algo profundo e benéfico, para o cérebro humano. Um estudo de acompanhamento pela equipe da UCLA mostra que pessoas que meditam têm conexões mais fortes entre regiões do cérebro. Além do mais, eles têm muito menos atrofia do cérebro relacionadas com a idade.

Qual é o significado? Conexões mais fortes aumentam a capacidade dos sinais elétricos do cérebro trabalharem rapidamente - o que sugere uma série de pensar e de benefícios para a memória. Além disso, esses efeitos não foram só encontrados aqui e ali, mas em todos os cérebros de meditantes

O estudo envolveu 27 indivíduos já praticantes de meditação, com idade média de 52, juntamente com 27 indivíduos iniciantes na meditação (grupo de controle ), servindo como instrumentos de estudo e pesquisa. Ambos os grupos consistiram de 11 homens e 16 mulheres. Acima de tudo, os meditadores vinham praticando meditação, por cinco anos ou mais.

Os pesquisadores descobriram que as diferenças entre os cérebros dos indivíduos que ja eram meditantes e os cérebros de iniciantes do grupo controle não foram limitados a uma região central do cérebro, mas sim envolvidos em larga escala nas redes de todo o cérebro, bem como estruturas límbicas e do tronco cerebral.

Segundo Dr. Luder: "É possível que ativamente meditando, especialmente durante um longo período de tempo, possa induzir mudanças em um nível micro-anatômico," "A meditação parece ser um poderoso exercício mental, com o potencial de mudar a estrutura física do cérebro em geral."

Em outras palavras, parece ser uma forma de assumir o controle de mudanças no cérebro que, até agora, tem sido consideradas como uma parte inevitável do envelhecimento. A meditação pode manter o cérebro mais jovem, mais em forma e torná-lo literalmente maior. Também pode trabalhar mais rápido, mesmo à medida que envelhecemos.

Por isso cada dia mais, a meditação fica mais e mais popular. Independente do nome da técnica utilizada ela traz grande benefícios para a saúde do praticante em vários níveis em nosso corpo.

Então, o que você está esperando para começar a meditar?
5, 10, 20 minutos por dia podem ser um bom investimento a longo prazo.

Quer envelhecer com saúde e qualidade de vida?
Vem para o Conexão UpMind.


Clique aqui



Fonte: www.naturalnews.com/033005_meditation_brain_health.html

Como manter a sua CRIANÇA INTERIOR

O que é Criança Interior? Ela realmente existe? Eu deveria preocupar-me?

“Não quero adultos nem chatos.
 Quero-os metade infância e outra metade velhice!
Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto;
e velhos, para que nunca tenham pressa.” 
 Oscar Wilde


A primeira vez que escrevi esse post foi em dez/2013, dois meses após o nascimento de meu filho e desde então ele está ensinado-me muito e essa experiência está sendo maravilhosa, reaprender, a ressignificar e resgatar ainda mais a alegria da Vida e minha Criança Interior.

Mas acredite, resgatar  e honrar a Criança Interior é um desafio apenas para um Adulto que teve a coragem de aceitar, amar e cuidar de sua própria Criança Interior.

Nesse artigo vou falar sobre um tema que muitas pessoas, diga-se adultos, não dão tanto valor assim, afinal, como adultos, já possuem experiência, conhecimento e atualmente muitas tarefas e vão deixando esse tema de lado.

Quero falar com vocês sobre a “Criança Interior“. Quero conversar com você sobre a importância de, mesmo depois de adulto, lembrarmos de cultivar nossa Criança Interior.

Segundo Jung, (OC V. IX/I, 278), o arquétipo da criança divina (Criança Interior), diz respeito a nossa criatividade, espontaneidade, essência, é o futuro em potencial. ”Um aspecto fundamental do motivo da criança é o seu caráter de futuro.”


Você já deve ter ouvido falar em comportamentos destrutivos e sabotagem  em adultos, esses comportamentos tem comumente a qualidade impetuosa e impulsiva da petulância infantil ou das birras narcisistas. Ou uma carência infantil, dependência e medo de abandono. Ou uma irresponsabilidade e recusa irada de ser um adulto: a "síndrome de Peter Pan".

Para começar essa conversa tenho que ele dizer que, a criança interior é real. Não literalmente. Nem fisicamente. Mas figurativamente, metaforicamente real. É  uma realidade psicológica ou fenomenológica, e extraordinariamente poderosa. Todos nós fomos crianças e ainda temos aquela criança morando dentro de nós. Mas a maioria dos adultos não tem consciência disso. E essa falta de relação consciente com a nossa própria criança interior é justamente a origem de tantas dificuldades comportamentais, emocionais e de relacionamento.

O fato é que a maioria dos chamados adultos não são verdadeiramente adultos. Nós todos envelhecemos, isso é fato, afinal qualquer um, com um pouco de sorte, pode fazer isso. Mas, psicologicamente falando, isso não é SER ADULTO. A verdadeira vida adulta depende do reconhecimento, aceitação e responsabilidade por amar e educar a própria criança interior. Para a maioria dos adultos, isso nunca acontece. Em vez disso, sua criança interior foi negada, negligenciada, depreciada, abandonada ou rejeitada. Somos informados pela sociedade para "crescer", colocando as coisas infantis de lado. Para nos tornarmos adultos, aprendemos que nossa criança interior - representando nossa capacidade infantil de inocência, admiração, admiração, alegria, sensibilidade e jovialidade - deve ser sufocada, colocada em quarentena ou mesmo morta. A criança interior compreende e potencializa essas qualidades positivas. Mas também mantém nossos sofrimentos, traumas, medos e fúria acumulados na infância. Os "adultos" estão convencidos de que conseguiram superar e chegar ao sucesso, descartando e deixaram essa criança - e sua bagagem emocional - há muito tempo atrás. Mas isso é longe da verdade.

E caso você ainda não saiba, a nossa saúde e a nossa criatividade esta relacionada com a forma com que lidamos com a nossa criança, não só a criança concreta, como a criança interior. 
A criança é criativa. Resgatar a criança é resgatar o núcleo de saúde do indivíduo.

O texto abaixo que achei na internet fala um pouco sobre a relação da saúde e nossa criança interior:

 “Não podemos ser cactos, viver no deserto seco quente e vazio, alimentando esta massa de medo, stress (principalmente ligado ao dinheiro que atinge diretamente as dores na base da coluna), pânico, confusão, doenças e frustrações que sufocam freneticamente a nossa humanidade. E nós não temos noção do quão tóxico isto é para o nosso corpo.

Poderia dizer que a primeira de todas as doenças é a frustação. O espírito sonha, o corpo realiza, e a distorção entre eles é a não realização. Aí, vemos a importância de mantermos esta máquina divina e perfeita chamada corpo em bom funcionamento, pois é ele quem recebe todas estas toxinas, adoece e deixa de realizar.

Então, que possamos transformar os nossos cactos em belas árvores. Nas raízes, a essência da criança, dando-nos força e nutrindo as nossas esperanças e sonhos, nos troncos, a rigidez, a firmeza e a estrutura do adulto, e na copa, a serenidade, a leveza e a sapiência do idoso. Desta maneira, deixamos de ser cactos para sermos a mais divina e sagrada árvore da vida. Sadia e cheia de Fé para dar frutos e realizar a nossa missão de vida, criar a nossa obra divina.”

E como despertar a criança que temos dentro de nós?

O resgate da criança interior pode ser feito de diversas maneiras, até com fotos antigas da infância ou tendo contato com crianças reais.

Jung, por exemplo, percebeu que, quando repetia sua brincadeira favorita da infância, que era construir casinhas com blocos de madeira, pedras e areia, acionava uma fonte de energia e criatividade que o levava a ter milhares de ideias.

Para o psicanalista, toda vez que temos vontade de expressar essa criança de modo positivo, estamos nos aproximando da plenitude, da totalidade psíquica que é o máximo de felicidade e bem-estar que se pode ter, e que havíamos esquecido em algum parquinho de areia, anos atrás.

E como manter a criança Interior?

  • O primeiro passo é: DIVERTIR-SE MAIS!


Entenda, você não está aqui, no planeta, para fazer tudo certo. Só o que você precisa é viver as experiências que a vida lhe trouxer e aprender com elas! Ora, toda criança sabe disso!!! As crianças brincam, e assim aprendem um monte de coisas. Já nós, adultos, levamos tudo tão a sério, e queremos ser sempre tão perfeitos, que tiramos toda a graça da vida. Preste atenção: Quando você estiver indo para uma reunião muito importante, ou para uma entrevista de emprego, ou para um primeiro encontro com alguém por quem você esteja interessado; faça de conta de que tudo se trata de uma brincadeira, e que o que realmente importa é a experiência e o aprendizado, "e não o resultado".

Relaxe, seja simplesmente você mesmo e tente se divertir. Abra mão do peso, porque quando carrega esse peso nas suas costas você faz as coisas com muito mais dificuldade do que faria se estivesse leve e livre para simplesmente fluir com a vida. 
Ok? Então vamos para o passo número 2... que é....
  • TER A CORAGEM DE ARRISCAR!


Eu sei, esse é um passo um pouco mais avançado. Estamos tão acostumados a buscar segurança que contratamos o medo como nosso guia para as decisões de nossa vida. Mas que sentido faz viver uma vida conduzida pelo medo? Temos medo de errar, medo de nos frustrar, medo do futuro, medo até mesmo de acertar... Mas a verdade é que não há vida sem risco. Não mesmo! Sem risco a vida é apenas uma repetição monótona daquilo que já conhecemos. Você precisa sair do curso de vez em quando, escolher um caminho diferente, provar novos sabores, agir de maneiras diferentes. Arrisque dizer o que sente, ir atrás do que quer, acreditar que é capaz! Certa vez li em um livro algo assim: "Loucura é querer obter resultados diferentes fazendo sempre a mesma coisa". É verdade. Olhe para a sua vida! Ela é resultado daquilo que você sempre fez. Se quiser mudar algo nela, trate de arriscar fazer algo diferente!
Pronto para o último passo???
  • AMAR ...


Simples assim. Quantas vezes ficamos presos em bifurcações sem saber o que decidir? E nessa indecisão acabamos causando dor. Machucamos a nós mesmos e aqueles que estão ao nosso redor. Mas as coisas ficam mais simples quando nos dispomos a simplesmente amar. Talvez você possa simplesmente se perguntar: "Qual é a decisão mais amorosa? " Entenda que uma decisão amorosa sempre acaba sendo a melhor para todos os envolvidos, mesmo que não pareça ser assim. 

É incrível a enorme quantidade de força que recebemos quando começamos a exercitar isso em nossa vida. De repente descobrimos que não precisamos mais ficar paralisados frente a cada escolha, a cada bifurcação em nosso caminho de vida. Nos movemos, e no movimento aprendemos, crescemos e nos sentimos novamente vivos. A Criança Interior desperta de novo em nossa vida, e o mundo se torna subitamente cheio de mistérios a serem desvendados. Tenha certeza, a vida estará a seu lado !

Então, vamos resgatar e cuidar de nossa criança interior?

Deixar fluir essa energia revigorante dentro de nós e manter a chama da vida repleta de luz.

Se gostou, comente, compartilhe, tire sua dúvidas será um prazer manter contato com você!

Beijos de minha criança interior para a sua!!



Você é o que se fizer ser!
Já ouviu essa frase? Para muitos ela pode ser desafiadora e para você?

Trago hoje o trabalho de um pensador russo chamado Guerdjef, que no início do século passado já falava em auto-conhecimento e na importância de se saber viver.

Como digo, não venho aqui inventar a roda ou ser uma guru, mas sim, trazer para você trabalho e pesquisa realizados nesses últimos anos.

Motivação é muito bom, mas digo que sem AÇÃO você não chega a lugar algum. Motivação me trás inspiração mas é a AÇÃO que me faz estar aqui, escrevendo para você.


Já dizia Guerdjef: "Uma boa vida tem como base o sentido do que queremos para nós em cada momento e daquilo que, realmente vale como principal".

Assim sendo, ele traçou 20 regras de vida que foram colocadas em destaque no Instituto Francês de Ansiedade e Stress, em Paris.

Dizem os "experts" em comportamento, e eu concordo que, quem já consegue assimilar 10 delas, com certeza aprendeu a viver com qualidade interna. Ei-las:


20 Regras para a vida


1. Faça pausas de dez minutos a cada duas horas de trabalho, no máximo. Repita essas pausas na vida diária e pense em você, analisando suas atitudes.

2. Aprenda a dizer não sem se sentir culpado ou achar que magoou. Querer agradar a todos é um desgaste enorme.

3. Planeje seu dia, sim, mas deixe sempre um bom espaço para o improviso, consciente de que nem tudo depende de você.

4. Concentre-se em apenas uma tarefa de cada vez. Por mais ágeis que sejam os seus quadros mentais, você se exaure.

5. Esqueça, de uma vez por todas, que você é imprescindível. No trabalho, casa, no grupo habitual. Por mais que isso lhe desagrade, tudo anda sem a sua atuação, a não ser você mesmo.

6. Abra mão de ser o responsável pelo prazer de todos. Não é você a fonte dos desejos, o eterno mestre de cerimônias.

7. Peça ajuda sempre que necessário, tendo o bom senso de pedir às pessoas certas.

8. Diferencie problemas reais de problemas imaginários e elimine-os porque são pura perda de tempo e ocupamum espaço mental precioso para coisas mais importantes.

9. Tente descobrir o prazer de fatos cotidianos como dormir, comer e tomar banho, sem também achar que é o máximo a se conseguir na vida.

10. Evite se envolver na ansiedade e tensão alheias enquanto ansiedade e tensão. Espere um pouco e depois retome o diálogo, a ação.

11. Família não é você, está junto de você, compõe o seu mundo, mas não é a sua própria identidade.

12. Entenda que princípios e convicções fechadas podem ser um grande peso, a trave do movimento e da busca.

13. É preciso ter sempre alguém em que se possa confiar e falar abertamente ao menos num raio de cem quilômetros. Não adianta estar mais longe.

14. Saiba a hora certa de sair de cena, de retirar-se do palco, de deixar a roda. Nunca perca o sentido da importância sutil de uma saída discreta.

15. Não queira saber se falaram mal de você e nem se atormente com esse lixo mental; escute o que falaram bem, com reserva analítica, sem qualquer convencimento.

16. Competir no lazer, no trabalho, na vida a dois, é ótimo ... para quem quer ficar esgotado e perder o melhor.

17. A rigidez é boa na pedra, não no homem. A ele cabe firmeza, o que é muito diferente.

18. Uma hora de intenso prazer substitui com folga 3 horas de sono perdido. O prazer recompõe mais que o sono. Logo, não perca uma oportunidade de divertir-se.

19. Não abandone suas 3 grandes e inabaláveis amigas: a intuição, a inocência e a fé!

20. E entenda de uma vez por todas, definitiva e conclusivamente: VOCÊ É O QUE SE FIZER SER!


Questão


Quantas delas você já pratica?

Aguardo sua resposta: eliane@elianesantos.com



Quer mais inspiração?


Clique no link abaixo para receber

83 frases do filósofo George Ivanovich Gurdjieff



Photo by Kelly Sikkema on Unsplash

5 AÇÕES SIMPLES PARA COLOCAR EM PRÁTICA


Você quer ser feliz?
HAAAA, a tão sonhada felicidade, como seria bom não é mesmo?
Mas é tão difícil! Melhor ficar como está.

Por vezes me pergunto e não tenho certeza ainda do porque muitas pessoas relutam em admitir que gostariam de aumentar o seu grau de felicidade. Talvez por que muitos não querem admitir que não são felizes como gostariam de ser ou por não saberem como fazer para serem felizes.


Infelizmente essa é uma verdade da sociedade atual onde cada vez mais, as pessoas estão, cada vez menos, preparadas para lidar com suas emoções, alegrias e frustrações.

Vamos encarar essa realidade, quem quer ficar 20 ou 30 minutos por dia sentados meditando quando podem ir ao shopping fazer compras, mudar o corte de cabelo ou fazer uma refeição nada saudável, fazendo assim com que sintam-se melhores, pelo menos por pouco tempo.

A construção da felicidade está intimamente ligada com a relação que existe com você mesmo, ela é uma construção interior. Me responda: Como podemos querer sermos felizes se não conseguimos se quer ficarmos 5 minutos em silêncio com nós mesmos? Será que sou tão chata assim? E quem quer ser feliz com alguém chato do lado? E o que estamos sempre fazendo é fugindo da felicidade, seja com o celular vendo facebook, ouvindo e vendo vídeos que nada agregam na internet, lendo noticias de catástrofes… e quando você percebe você acordou, o dia passou e você não sabe porque vive insatisfeito.

Vamos lá, não estou dizendo que você deve morar no topo de uma montanha e virar um ermitão… eu também gosto de estar plugada no mundo virtual, mas admito que as vezes necessito de disciplina para não me deixar levar… até porque com um filho de quase 5 anos preciso estar livre, com a mente livre para ele.

A resposta para tudo isso e que não é novidade é que a felicidade deve vir primeiro de dentro para fora. Você deve estar feliz e em paz com você para alcançar a tão sonhada felicidade. Aquela que não exige coisas e nem complementos, só assim o todo ao seu redor ira se conectar com a sua felicidade e começar a transformar o ambiente, as pessoas, os negócios e a vida profissional e etc


Você deve estar feliz e em paz com você para alcançar a tão sonhada felicidade. Aquela que não exige coisas e nem complementos, só assim o todo ao seu redor ira se conectar com a sua felicidade e começar a transformar o ambiente, as pessoas, os negócios e a vida profissional e etc
Eliane Santos Miranda

Mas para acontecer essa conexão você precisa AGIR, sim pois a felicidade não bate na porta de quem está parado. Você precisa não só de motivação mas de divertir-se com você, de apaixonar-se por você. Só não confunda com egocentrismo ok?

E aqui vai mais um pouco sobre Felicidade



5 Ações simples

Então, pensando em te auxiliar um pouco, aqui estão 5 coisas que você pode fazer para aumentar a sua felicidade. Elas não levam tanto tempo assim e você pode divertir-se enquanto coloca em prática.

5- Mantenha um diário de gratidão - Isso mesmo, a cada noite, escreva 3 coisas pelas quais você é grato naquele dia. Pode ser uma coisa pequena, mas que teve a sua apreciação ou um grande acontecimento. Assim quando você for dormir terá esses 3 momentos de gratidão em sua mente, e as sensações positivas associadas a cada momento.

Quando se usa caneta e papel você conecta fisico, mental e emocional. Experimenta e me fala.

4- Faça algo usando sua criatividade, sem compromisso - deixe seu senso critico de lado e simplesmente aproveite o processo. Escreva ou recite um poema. Cante, desenhe ou pinte. Dance a sua musica favorita ou descubra uma nova música. Tente algo que você não tenha feito antes. Você poderá ficar admirado com o que você é capaz de fazer.

Sempre me dou essa chance, mesmo com tanta correria como vivemos hoje e muitas vezes fico admirada e orgulhosa com o que posso fazer.

3- Escreva 10 coisas que te trazem felicidade - Sim, e depois aproveite para criar uma vez por semana o dia de “curtir" com você mesmo ou com outra pessoa. Faça uma ou mais coisas de sua lista. Lembre-se: Faça isso sem julgar-se!

2- Invista um tempo junto a natureza todas as semanas - Esteja presente e veja a beleza da natureza, o que você ouve e o que você sente. Respire… Inspire-se.. leve para dentro de você e guarde em sua memória esse momento. Use essa fonte de recursos sempre que você precisar. Você pode usar a meditação para acessar sua fonte de recursos.

Estar em paz com você, com os outros e conectado com as forças da natureza. Tem poder maior de transformação do que esse?

1- Pratique compaixão por você mesmo - fazendo uma meditação do Amor: encontre um lugar calmo e tranquilo, sente-se ou deite-se confortavelmente. Feche seus olhos e perceba o seu corpo, a sua mente e as suas emoções. Perceba qualquer som ou sensação. Respire devagar e profundo visualizando o seu coração então a cada respiração diga essas palavras para você: Eu sou a paz. Eu sou o Bem. Eu estou salvo. Eu sou feliz. Eu sou gentil comigo.

Tome mais algumas respirações. abra seus olhos devagar e perceba como foi a sua experiência.. Sem julgar, assim você aprende a observar a você mesmo e não somente ao externo.


E quero que lembre que tudo está ligado a suas emoções e com o que você acredita, então comece que acreditar que você é feliz e que é merecedor dessa felicidade.

E já estava esquecendo: entre em AÇÃO!!


PARTICIPE DO DESAFIO



  1. Você precisa estar cadastrado no Conexão UpMind. Se ainda não está clique aqui: QUERO FAZER PARTE DO CONEXÃO UPMIND 
  2. Coloque nos comentários abaixo  3 coisas pelas quais você é grato. Não precisa explicar, coloque coisas simples entre 1 ou 4 palavras.
  3.  Após colocar Compartilhe esse post.
  4. Pode comentar mais de uma vez, até o dia 08/10/2018 que é o dia de Ação de Graças aqui no Canadá.
  5. Para cada comentário compartilhe.
  6. Quem mais comentar e compartilhar vai ganhar um presente especial meu.
Comece agora, quem sabe o céu pode ser abri.



E você está preparado para essa CONEXÃO?
Venha fazer parte: 



Photo by Jakob Owens on Unsplash