As Atitudes Tudo ou Nada


Para aqueles que querem voar de verdade

Você quer mudar a sua vida?
Se você vem lendo meus post aqui já tem uma ideia de como começar.
Sabe, não vai ser fácil, mas pode ser mais fácil do que você imagina. Não permita que seus sonhos não se realizem, que a sua voz e que a sua musica fique sem ser ouvida.

Você acordou hoje e tem o presente da vida, o presente de estar lendo esse texto e tantas coisas especiais: momentos, pessoas, lugares...



Não permita que seus sonhos não se realizem, que a sua voz e que a sua musica fique sem ser ouvida.
Eliane Santos Miranda

Mude, seu estado interno

Nosso estado interno é formado por processos mentais e físicos que experimentamos a qualquer momento. O nosso estado interno depende da nossa interação com o ambiente externo, de quão bem estão funcionando os nossos corpos e o nosso pensamento (incluindo as emoções).
Ter consciência que as interpretações afetam o meu comportamento e as minhas escolhas é a chave para você ficar alerta, pois isso pode te levar a fracassar em suas conquistas.

Quer um exemplo? Se estou com fome e cansada, posso ficar irritada, sem paciência e perder o foco do que é importante.


Saber usar esse recurso pode transformar a sua vida em uma vida extraordinária!


Hoje em dia quando percebo que estou triste ou desanimada, mudo esse sentimento, mudo meu estado interno com sentimentos de auto permissão para AGIR, sentimentos de MERECIMENTO e de CAPACIDADE fazendo isso encontro combustível para AÇÃO e SUPERAÇÃO do estado que estava para o atual.


Mente e corpo estão conectados e quando você muda o estado em que seu corpo se encontra você muda a sua mente. As conexões neurais tomam outros caminhos e você interrompe o processo de ficar para baixo.


Hoje deixo você com essa mensagem, e que ela possa te colocar em AÇÃO e mudar seu estado interno.


Mensagem


Percebo que as pessoas que decidem transformar sua vida desenvolvem um tipo especial de atitude.

Elas se empenham em cada ação como se a vida inteira dependesse desse esforço.


Elas vêem a construção do futuro como a única forma de viver como fazem os oficiais com seus soldados em situações desfavoráveis de batalha.


Em outras palavras, decidem queimar as pontes que permitem retroceder.


Nessas decisões radicais, é importante assumir, também, um comportamento radical.


Nos grupos de Alcoólicos Anônimos fala-se muito sobre o perigo de tomar um único copo de bebida, pois a decisão de parar de beber tem que vir acompanhada de uma atitude do tipo tudo ou nada.


Uma pessoa dependente dos pais que resolve morar sozinha não pode mais chegar atrasada ao emprego porque perdeu a hora.


Terá, pelo menos, de comprar um despertador eficaz porque não haverá ninguém para acordá-la toda manhã.


Um empresário que está à beira da falência não pode continuar gastando sem nenhum controle.


A decisão de partir para o tudo ou nada é somente o primeiro passo.


Depois da decisão, precisa haver atitude.


Há pessoas que se casam, mas querem levar a vida de solteiras.


Resultado: o casamento fracassa.


Há pessoas que decidem ter filhos, mas querem continuar a viver como se os filhos não existissem.


Resultado, teremos crianças órfãs de pais vivos.


Lembre-se, há dois tipos de atitudes: as atitudes tudo ou nada e as atitudes mais ou menos.


Uma atitude mais ou menos sempre leva a um resultado medíocre.


É importante entender com toda clareza que, durante um processo de transformação radical, a atitude de fazer um pouco de cada vez nos trará resultados muito parecidos aos que teríamos se não fizéssemos nada.


Quem quer fazer uma revolução na vida precisa tomar uma atitude radical.


E, quando se toma uma decisão radical, é preciso continuar caminhando pela estrada que escolhemos com comprometimento, determinação e fé.


Nossas atitudes devem ter a mesma intensidade das decisões que tomamos.


Uma atitude tudo ou nada é mergulhar em um novo amor como se sua respiração dependesse da respiração do seu companheiro.


É sair da casa dos pais e cuidar de suas responsabilidades como se houvesse apenas você no mundo para pagar suas contas.


É aprender uma nova profissão como se sua vida dependesse dessa empreitada.


É abraçar o novo emprego como se essa fosse a última oportunidade de sua vida.


Porque é preciso correr atrás de nossos objetivos com a determinação de um faminto que anseia por um prato de comida.


Buscar a água como um homem perdido no deserto.


Dançar a música da vida como se seu corpo e sua alma fossem os instrumentos dessa música!


Afinal, se você romper as grades da gaiola, mas não bater as asas para valer, jamais poderá voar de verdade!



Roberto Shinyashiki



QUESTÃO

Você quer voar?
Me diga como está sendo: eliane@elianesantos.com

CONVITE

Venha participar do CONEXÃO UPMIND, selecione : QUERO PARTICIPAR

Leia também:

A diferença entre tentar e fazer

Como vencer o grande problema do fazer


Photo by ARTP on Unsplash

0 comentários:

Postar um comentário

Olá Deixe seu comentário, sua dica ou até mesmo sua sugestão.
Diga o que você gostou ou se foi útil.
Ficarei muito feliz com seu comentário.

Obrigada!!!